Higiene Oral

 Uma boa higiene oral é aquela que resulta da remoção eficaz dos restos alimentares (principalmente após as refeições) e ao mesmo tempo impossibilita a “ligação” de um conjunto de bactérias aos dentes e gengivas, de forma a impedir a destruição dos dentes pela acção dessas bactérias.

Se as suas gengivas doem ou sangram ao escovar os dentes ou ao usar o fio dentário ou ainda se apresenta mau hálito constante ou sensibilidade dolorosa nos dentes e gengivas, deve visitar um profissional de saúde oral. Qualquer uma destas situações pode resultar de um problema de saúde e por si só pode originar importantes impactos na sua qualidade de vida, (dificuldade em mastigar, em pronunciar correctamente as palavras e principalmente em sorrir).

A higiene oral é o principal factor salutogénico da cavidade oral. Assim, quase todas as doenças que afectam a cavidade oral podem ver a sua progressão travada pela existência de uma correcta e eficaz higiene.

A principal função da higiene oral é a remoção da placa bacteriana da superfície dos dentes e deve iniciar-se como hábito diário desde a erupção do primeiro dente do bebé.

FAQ’s

A placa bacteriana ou biofilme oral é uma película aderente e transparente constituída por bactérias e seus produtos, formando-se constantemente sobre os seus dentes e gengivas. É a principal causa da cárie dentária e das doenças periodontais que podem levar à perda de dentes.

Inicialmente esta película assume uma consistência mole e, se não for removida nesta fase, ela vai mineralizar, tornando-se dura (designando-se de tártaro ou cálculo). Para remover o tártaro é necessário um conjunto de procedimentos clínicos (destartarização e outros) executados por profissionais de saúde.

Deve se ter uma sequência, iniciar pelos dentes posteriores avançando para os anteriores, escovando por dentro (por lingual) por fora (por vestibular), as partes que mastigam e por fim a língua.

Deve-se escovar 2 ou mais vezes, desta forma ajuda a controlar a placa bacteriana. O uso de fio dentário regularmente otimiza os cuidados de higiene oral pois remove a placa bacteriana dos locais de mais difícil acesso.

Deve-se escolher um com flúor (1500ppm). Aconselhe-se com o seu médico dentista/higienista oral para avaliar outros fatores de risco de forma a maximizar os seus efeitos preventivos.

Deve visitar regularmente de 6 em 6 meses para fazer um check up e, assim, prevenir o aparecimento de patologias na cavidade oral.

Marque já a sua consulta de avaliação e comece a cuidar da sua saúde oral

gestorHigiene Oral